• 07 JAN 14

    Estudo Molecular para Hipolactasia

    Má absorção ou má digestão de lactose é a diminuição na capacidade de hidrolisar a lactose, que é resultante da hipolactasia. A hipolactasia significa diminuição da atividade de enzima lactase na mucosa do intestino delgado, também denominada recentemente de "lactase não persistente". O aparecimento de sintomas abdominais por má absorção de lactose caracteriza a intolerância à lactose. Após o desmame, ocorre uma redução geneticamente programada e irreversível da atividade da lactase na maioria das populações do mundo, cujo mecanismo é desconhecido, resultando em má absorção primária de lactose. Porém, a hipolactasia também pode ser secundária a doenças que causem dano na borda em escova da mucosa do intestino delgado ou que aumentem significativamente o tempo de trânsito intestinal, como nas enterites infecciosas, giardíase, doença celíaca, doença inflamatória intestinal (especialmente doença de Crohn), enterites induzidas por drogas ou radiação, doença diverticular do cólon e anemia (estudo em ratos, mostrando diminuição na expressão gênica) Diferentemente da hipolactasia primária do adulto, a hipolactasia secundária é transitória e reversível.

    Atualmente o CEC Laboratório disponibiliza aos clientes o teste molecular para diagnóstico de intolerância a Lactose( Hipolactasia.  primária). Este exame é rápido, não necessita jejum, não é invasivo e não causa o desconforto da ingestão de uma sobrecarga de lactose. Através de uma coleta de sangue, a análise molecular é realizada e o resultado da análise indicará se o paciente é tolerante ou intolerante a Lactose de acordo com o genótipo encontrado

     


voltar

Categorias