• 10 AUG 13

    Determinação Laboratorial da Vitamina D

    A vitamina D é um hormônio esteróide produzido a partir da exposição da pele à luz solar e também é encontrado em alguns alimentos.

    Níveis adequados de Vitamina D são essenciais para um bom funcionamento do nosso organismo. A sua insuficiência tem como conseqüências mais graves o raquitismo em crianças e a osteomalácia em idosos, contribuindo para um número maior de traumatismos e quedas.

    Estudos têm demonstrado que níveis insuficientes de vitamina D podem estar associados a um maior risco e progressão de várias doenças: osteoporose, câncer, esclerose múltipla, cardiopatias, entre outras.

    A produção da Vitamina D, após o estímulo da exposição solar ou dieta, é produzida no  fígado onde se transforma em 25-hidroxivitamina D, que serve como matéria prima para a forma ativa do hormônio a 1,25-diidroxivitamina-D. Este mecanismo é rigidamente controlado pelos níveis de PTH e Cálcio.

    Atualmente,o diagnóstico de Hipovitaminose D é feito pela dosagem de 25 (OH) D que circula livremente na corrente sangüínea em uma maior concentração.

    No CEC Laboratório a Vitamina D é realizada em nossa Central Técnica no equipamento Vitros 5600 (Ortho Clinical Diagnostics - Johnson & Johnson) que utiliza a metodologia de Quimioluminescência Amplificada.

    As concentrações séricas de Vitamina D variam conforme a região geográfica e dependem da latitude sendo mais adequadas perto da linha do Equador. Em climas subtropicais e temperados variam conforme as estações do ano com picos no verão e com os hábitos culturais dos povos. Devido a estes fatores, os níveis adequados de Vitamina D ainda estão sendo estudados.

    Bibliografia

    Scalco, Rosana - Prevalência de hipovitaminose D em idosos em Clínicas de Porto Alegre-Dissertação de Mestrado (UFRGS).

    Pedrosa, William - Vitamina D,  Considerações Laboratoriais.


voltar

Categorias